O INBOUND MARKETING E SUA EFICÁCIA NA JORNADA DO CLIENTE

27.01.15

O que mais dá resultado em Marketing Digital neste ano?

Se você nos questionar isso, a resposta é simplista: não tem uma estratégia única que funciona, mas sim, o conjunto! A integração dos canais online é o que permite os melhores resultados. Não sendo mais possível pensar em somente manter as redes sociais, ou pagar anúncios no Google, ou lançar um novo site. Cumpre entendermos amplamente a chamada Jornada do Cliente, para compreender seus interesses e gatilhos de venda.

 

O que é Inbound Marketing?

A partir deste conceito de integração, surge o Inbound Marketing, ou Marketing de Atração (se traduzido para o português), é uma metodologia em franca expansão para conquista de presença digital, resultados de vendas e de relacionamento com os clientes. Ele é fundamentado basicamente em 4 macro etapas: “Atração”, “Conversão”, “Fechamento” e “Fidelização (ou Encantamento)”.

O primeiro objetivo do inbound é, portanto, atrair visitantes para o seu site e/ou blog e pode-se dizer que o ciclo fica completo, se finalizar com o encantamento do cliente, que, por sua vez, se torna um embaixador da sua marca, gerando novas oportunidades de negócio.

Para que esses clientes se tornem, ao final do processo, divulgadores espontâneos da sua empresa, o inbound utiliza múltiplos canais de comunicação e estratégias, que devem atuar de forma integrada. O ponto de partida está na forma de divulgação de um produto ou serviço, que para ser eficaz, deve apresentar conteúdos relevantes e de qualidade, para despertar o interesse do público-alvo, atraí-lo e encantá-lo. Links patrocinados e campanhas pagas podem apoiá-lo muito para o propósito inicial de atração, desde que seja construída uma estratégia a partir de estudos do seu público, das palavras-chave relevantes para o seu negócio e definição das personas.

Hoje, 60% da compra acontece antes que o consumidor chegue até a equipe de vendas. Isso significa que quando ele se interessa pelo seu produto, ele já leu e pesquisou todas as informações necessárias, já sabendo dos benefícios e desvantagens de sua solução, em relação aos seus concorrentes.

 

# Benefícios do Inbound Marketing:

Custa menos que o marketing tradicional e fornece, objetivamente qual o retorno obtido por cada canal.

– Aumenta as chances de se conseguir novos clientes, a partir da atração para os seus canais online.

Fideliza clientes antigos, possibilitando retomar e manter um relacionamento.

– Seus prospects estarão mais preparados e maduros para receberem um contato comercial, a partir da nutrição dos leads com materiais atrativos.

Reduz o custo de aquisição de clientes (também conhecido por CAC). Ou seja, se você se ampara no Inbound Marketing para divulgar efetivamente seus serviços, consegue escalar com muito mais facilidade e menor custo, do que investindo na contratação de uma equipe comercial.

– Traz relatórios detalhados sobre acessos e comportamento de clientes, na jornada de compra, por canal investido, permitindo o direcionamento de toda estratégia.

 

# Canais de comunicação

Uma campanha de marketing integrado tem como ponto central a criação e conexão dos canais de comunicação. Ao acompanhar sua marca no meio digital, seu cliente deve transitar de forma fluida entre esses meios.

Ao acessar um conteúdos nas suas redes sociais, o visitante será direcionado para o seu site, de lá para o seu blog, depois ele é convidado a baixar um ebook, receberá contatos por newsletter e assim por diante.

Dessa forma, seu nome ficará mais tempo na cabeça do cliente.

O Inbound Marketing se baseia em alguns pontos-chave:

1 – Conteúdo + Criação + Distribuição: São criados conteúdos específicos que atinjam as necessidades do público alvo. Esse conteúdo é amplamente divulgado em todos os canais de comunicação da empresa, como isca para um relacionamento mais duradouro. Para baixar o conteúdo rico, o prospect precisa disponibilizar seus contatos para a sua empresa (para que possa ter mais dados sobre o mesmo, como: e-mail, cargo, segmento, dentre outros que forem relevantes para o seu comercial agir!).

2 – Ciclo de conversão: Seus clientes não se tornam divulgadores da sua marca da noite para o dia. Eles começam sem conhecer sua empresa, depois se tornam visitantes, contatos, clientes e, por fim, divulgadores.

3 – Personalização: Não existe uma campanha padrão de marketing integrado. Tudo é pensado de acordo com o perfil do público a ser atingido. Quanto mais conhecermos o público, mais poderemos personalizar a campanha.

4 – Multicanais: Temos pessoas que acessam mais ou menos cada tipo de mídia (sites, blogs e redes sociais). Por isso, esse tipo de campanha envolve todos esses canais, para conseguir atingir as pessoas onde quer que elas estejam.

5 – Integração – Quando conseguimos alinhar os conteúdos em todos os canais, a campanha funciona como uma engrenagem, de forma harmoniosa e fluida, permitindo a publicação do conteúdo certo, no lugar e hora certos, para a pessoa certa.

 

# Aumente seu lucro

ACT COMUNICAÇÃO é uma empresa especializada em Marketing Digital e em Consultoria de Pessoas, apoiando sua empresa na conquista de resultados em todo o seu funil de vendas, pronta para oferecer soluções personalizadas e únicas para cada tipo de empresa, tornando a sua comunicação mais ágil e direcionada ao público certo.

Venha tomar uma café conosco e descobrir onde sua empresa pode chegar.

 

 

Como o seu Escritório de Advocacia utiliza o e-mail marketing para se relacionar com os clientes?

img-etapas-01Grande parte dos escritórios de advocacia já reconheceram os benefícios de enviar e-mail marketing periódico aos seus clientes. Encaminham newsletters, boletins jurídicos, comunicados e alertas para clientes e prospects, na intenção de mantê-los atualizados sobre as publicações da equipe e diferenciais do mercado jurídico.

Uma pesquisa realizada pelo FDJUR/GEJUR, aponta que 40% dos gestores jurídicos pesquisados avaliam e selecionam um escritório de advocacia pela sua atuação na internet e redes sociais. Esse dado nos revela como os clientes da esfera jurídica já estão buscando informações sobre o negócio, antes mesmo de fazerem um contato comercial ou manifestarem intenção de compra. Continuar lendo

Mídias Sociais para Escritórios de Advocacia

Como consultores de Marketing Jurídico para escritórios de advocacia, escutamos muito dos nossos clientes o questionamento se eles deveriam ou não usar as mídias sociais para a sua empresa. A ACT vem trazer alguma razões e recomendações para você dizer SIM!

Os grandes clientes já estão nas Mídias Sociais

Uma pesquisa recente realizada pela GEJUR (Gestão Jurídica Empresarial), em parceria com o FDJUR (Fórum de Departamentos Jurídicos para empresas), buscou analisar quais os fatores que influenciam o gestor jurídico (principal cliente/conector das grandes empresas com os escritórios de advocacia) a identificar e selecionar um escritório na prestação de serviços jurídicos. O estudo revela respostas bem interessantes relacionadas ao marketing digital. O envio de informativos (agora mais fortes no formato de email marketing) é indicado em 54.4%, o site do escritório em 49.6%, ferramentas de busca na internet em 42% e redes sociais em 39.6%. Todos esses, vindo, antes mesmo, das tradicionais brochuras do escritório. Não é este um dado bem diferente do que se via no âmbito jurídico há anos atrás? Veja o comparativo abaixo e leia mais.

Sendo assim, o Marketing Jurídico se tornou uma relevante ferramenta para repercutir no escritório de advocacia a imagem de ter autoridade no assunto.

Advocacia

Os grandes competidores já estão nas Mídias Sociais

De acordo com Adrian Dayton, advogado e autor do livro: Mídias Sociais para Advogados, todas as 100 firmas do AMLAW (ranking das 100 maiores empresas de advocacia dos Estados Unidos, com base no faturamento), possuem contas no Twitter. Ele ressalta que se uma empresa de advocacia não se comunica estrategicamente via mídias sociais, ela corre o risco de transmitir para os seus clientes (especialmente B2B – pessoas jurídicas) uma falta de engajamento com esses e podem estar perdendo a oportunidade de favorecer novos negócios, por meio das relações online. Para ler mais.

O que um escritório de advocacia pode fazer nas Mídias Sociais?

Buscar qualidade nos conteúdos ao invés de volume de informações. Uma empresa de advocacia deve ter uma estratégia focada e integrada com os valores do negócios. É preciso pensar, primeiramente, nos objetivos e público alvo que se deseja atingir com a comunicação via mídias. Se precisa de apoio para aprender a mapear suas personas, acesse este ebook que pode te ajudar!

No Twitter, por exemplo, o escritório deve se posicionar como um líder de conhecimento no mercado, mostrando a sua expertise e gerando novos negócios e parcerias, a partir de conversas estratégicas.

No Facebook, as empresas podem aproveitar para conectar de uma forma mais calorosa com amigos e parceiros da empresa, potencializando a divulgação de dados relevantes com pessoas que já acreditam no escritório de advocacia e que podem se tornar embaixadores da marca. Outra recomendação são os anúncios no Facebook, que são uma ótima estratégia para selecionar o público alvo que se deseja (confira post completo).

No Blog ou na página de notícias do site, a empresa deve convidar os profissionais especializados para escrever sobre temas atuais e de relevância para os clientes, para que estes possam sentir confiança na área de atuação e se interessarem por buscar a empresa. Criar informativos online a serem enviados aos potenciais clientes são uma forma de lembrá-los sobre o know-how e a autoridade que a empresa possui naquela área jurídica.

No LinkedIn, as empresas podem estabelecer uma presença firme, tendo cada advogado e parceiro conectado à página da empresa, o que garante mais respaldo a esta. Além disso, podem se conectar com grupos relacionados aos setores econômicos de atuação para auxiliar outras empresas com o conhecimento que possuem, gerando uma porta aberta para a busca pela parceria e relacionamento com influenciadores.

Independente da rede social que você escolher, lembre-se de fazer um plano de ação, que deve apoiá-lo na estratégia das postagens (eleição dos melhores horários, estudos dos posts que geram maior engajamento, realização de uma linha editorial de conteúdos, bem como, mensurar o retorno no investimento (ROI) que cada canal gera). Ou seja, quanto de fato sua atuação online tem repercutido favoravelmente nos seus resultados comerciais e de autoridade da marca e branding.

 

Quer conhecer o nosso trabalho de Marketing Jurídico ou precisa de ajuda para implementar as suas redes sociais, confira também: 

 

 

E também, Fale conosco!

A IMPORTÂNCIA DO EMAIL MARKETING PARA A ESTRATÉGIA DE RELACIONAMENTO DE SUA EMPRESA

01.04.15

O email marketing é uma poderosa ferramenta para melhorar a comunicação e a interação entre sua empresa e seus clientes, e faz parte do processo do Inbound Marketing.

Diferente das malas diretas, que eram entregues pelo correio para qualquer pessoa, de forma invasiva e sem nenhuma segmentação, o email marketing é direcionado a um público previamente definido e traz conteúdos relevantes para fidelizar clientes usuais e atingir um novo público.

De acordo com algumas pesquisas, o email marketing traz várias vantagens para um grande público que se interessa por esse tipo de ferramenta. Se levarmos em consideração que 92% dos usuários de internet têm ao menos 1 conta de email e 72% checam seus email ao menos 6 vezes por dia, temosum público considerável e ávido por informações.

Clientes que recebem email marketing de empresas gastam em média 83% mais que os que não recebem. Mas cuidado, algumas regras devem ser observadas para que seu email marketing não se torne uma dor de cabeça para seus clientes:

– Não compre listas de emails – Comprar listas prontas de endereços fará com que pessoas que não se interessam pelo que você tem a oferecer recebam seu email marketing, e isso acaba manchando a reputação da sua marca.

– Design responsivo – O design deve se adaptar ao diferentes tipos de aparelhos (monitores, notebooks, smartphones e tablets).  38% dos usuários acessam seus emails pelo celular.

– Título – Seu email marketing deve conter um título impactante e simples, com menos de 50 caracteres.

– Conteúdo – Menos é mais. Seu conteúdo deve ser sucinto e direto ao ponto.

Se sua estratégia de email marketing seguir todos esses passos e for parte de uma estratégia maior de Inbound Marketing, suas taxas de conversão aumentarão e isso trará novos clientes e excelentes oportunidades de negócio.

Conheça a ACT e saiba como podemos ajudar você a ter uma estratégia comercial de sucesso.

act_logo (1)

 

 

 

 

Rua Santa Catarina, 1627 – 16º andar
Lourdes – Belo Horizonte, MG
(31) 3031-5990 / (31) 3889-8877

act@actcomunicação.com.br

https://www.facebook.com/ACTComunicacao

https://twitter.com/actcomunicacao

https://www.linkedin.com/company/act-comunica-o

www.actcomunicação.com.br

Aplicativos e Games Interativos para Engajar, Promover e Educar

InterativoSeja no dia a dia profissional ou nas salas de aula, escolas e empresas têm utilizado cada vez mais a tecnologia dos aplicativos ou games interativos para facilitar os processos de aprendizado, de uma forma divertida e dinâmica.

De acordo com o DigitalBuzz, 48% das pessoas entre 18 e 34 anos checam o Facebook assim que acordam e 28% destas checam também antes de dormir. Ora, se as pessoas estão cada vez mais conectadas, as empresas devem estar atentas a um fato: a crescente utilização de dispositivos móveis está exigindo uma mudança na forma de se relacionar com as pessoas.

É neste nicho que entram os aplicativos interativos: ferramentas que auxiliam as pessoas a realizarem determinada tarefa, podendo ser desenvolvidos no site ou nas mídias sociais. São, normalmente, utilizados por um público jovem, que gosta de autonomia e desafio para se engajar em algum processo.

Para despertarmos a criatividade e lhe ajudar a pensar como tais tecnologias podem favorecer o seu negócio, descrevemos abaixo alguns cases de empresas que estão utilizando de aplicativos interativos para engajar o seu público alvo!

  1. O game da reforma ortográfica, por exemplo, foi criado pelo complexo educacional FMU e o Livroclip, possibilitando que as novas regras de ortografia sejam aprendidas pelos alunos de forma desafiadora e interativa. Pode ser usado como uma ferramenta entre amigos ou estudantes, sendo que, ao final, aquele que obter maior pontuação no jogo de tabuleiro online, leva o prêmio.
  2. Aplicativo WIZAs promoções para engajar clientes em novas vendas também tem sido foco! A Wizard Rio de Janeiro, pensando em engajar alunos novos e existentes nas matrículas e rematrículas, desenvolveu juntamente com a ACT Comunicação Empresarial, um aplicativo no Facebook. A ideia era, de forma interativa, convidar os alunos a responder algumas perguntas, fazerem sua matrícula ou rematrícula e ganharem um brinde . Em 1 mês no ar, o aplicativo aumentou 19,3% o número de fãs na página e 75,8% o alcance de pessoas. 
  3. Outro exemplo é o aplicativo no Facebook da Parmê, uma pizzaria no RJ, que oferece 50% de desconto no rodízio de pizza, sendo que a pessoa escolhe o local, dia e horário para utilizar o desconto. O restaurante além de oferecer a seu cliente a opção que melhor lhe agrada, gera um voucher personalizado com os dados e foto da pessoa.
  4. Aplicativo CandideMostrando que não existe restrição de ramo para investir nestas ferramentas, a Candide Brinquedos apostou na criação de games interativos em sua página de Facebook, levando em conta que as crianças também já estão no meio online. Elas são desafiadas a cumprir as etapas do jogo, enquanto interagem com a marca.

Quer investir em aplicativos para sua empresa? Conheça o ACT Digital e conte com nossa ajuda.

10 dicas para engajar clientes nas Mídias Sociais

Image

As redes sociais modificaram e continuam modificando o relacionamento entre cliente e empresa. Nessa corrida, saem na frente aqueles que sabem como lidar e se relacionar com seus clientes de maneira que este relacionamento resulte em conversão/compra.

E se você é daqueles que não acreditam que os internautas geram lucros, saiba que só o Brasil, conta hoje com mais 43 milhões de consumidores online, que geraram em 2012 cerca de R$ 22,5 bilhões, de acordo com os levantamentos do Google.

Saiba também que 84% das pessoas que fazem compras online usam redes sociais e, esse tipo de mídia gera duas vezes mais leads (Oportunidades de negócio geradas a partir de informações pessoais de contato fornecidas em troca de uma oferta de valor nas suas redes sociais como conteúdo, testes, informações produto/serviço, dentre outros) que feiras e eventos, telemarketing e e-mail marketing. Outro ponto importante é que quando sua empresa está nas redes sociais, ela tem 60% mais feedback sobre seus produtos e serviços do que quando não está. (Pesquisa realizada por Go-Gulf.com)

Mas talvez você ainda tenha dúvidas sobre a maneira ideal de se relacionar e engajar clientes que estão nas mídias. Então, preparamos para você 10 dicas fundamentais para divulgar o seu negócio e influenciar as decisões de compra nas mídias sociais.

1 – Posicione-se

Posicionamento de marca tem a ver com valores, com o DNA de uma empresa.  Defina um tom e uma personalidade que combine com o propósito, a missão e as características da marca.

Não use o mesmo que seus concorrentes, sua marca tem DNA próprio e deve utilizar algo novo.

2 – Atraia as pessoas certas

Devemos atrair as pessoas certas para nosso negocio! Idade, sexo, perfil predominante, entre outros.  Mas pense também além do comprador em si, considere os formadores de opinião, tomadores de decisão, o usuário final e  conexões nas mídias sociais.

3 – Interaja com os seus seguidores

O usuário de redes sociais não quer apenas comprar algo ou ler um artigo em seu blog, ele quer interagir com você. Comente, responda comentários e pergunte e direcione as conversas de modo que elas reforcem a personalidade e o valor da marca.

Em suas postagens procure pedir a opinião dos seguidores e também peça sugestões  sobre temas que eles gostariam de ouvir sua opinião. Além de trazer novas ideias para sua marca, essas ações mostram que você se importa com o que eles pensam.

4 – Ofereça conteúdo que agregue

Identificar como você pode ajudar o seu consumidor é outra etapa que deve ser levada em conta. A empresa deve ser útil e trazer algo relevante que elas possam usar no seu dia a adia do consumidor. Nada de ficar falando apenas dos seus produtos e da sua marca!

5 – Envolva colaboradores e clientes Image

Sabe aquele ditado que diz que o boca a boca é a melhor propaganda? Nas mídias sociais ele é mais verdadeiro do que nunca!
Os posts com depoimentos positivos de clientes e colaboradores soam como uma boa indicação para fechar uma venda!

Veja aqui como envolver os funcionários nas mídias. 

6 – Chame seu público para uma ação

Sempre faça perguntas ou busque informações. Um post que termina com “comente abaixo se”, “diga-nos sua opinião a respeito”, “curta se concorda”, “compartilhe se também acredita”; envolve seu público, incentiva os comentários e atraí novos seguidores.

7 – Tenha um rápido posicionamento e resposta

O principal diferencial para o contato com os consumidores via mídias sociais deve ser a agilidade. Segundo um levantamento realizado pela empresa de tecnologia e informática, Oracle Corporation, 51% dos usuários do Facebook esperam respostas no mesmo dia para dúvidas ou queixas postadas. Programe-se para responder no menor tempo possível todos os questionamentos tirando as dúvidas das pessoas, indicando caminhos e dando soluções.

8 – Aproveite datas comemorativas, memes e temas do momento

Aproveite os fatos que estão acontecendo agora na internet e faça um cronograma de datas comemorativas para criar conteúdo a respeito. Mas é importante avaliar se realmente vale a pena usar o tema. Só use memes, acontecimentos e principalmente datas comemorativas se elas fizerem sentido no universo em que sua marca está inserida.

9 – Publique posts com frequência

Publique conteúdo todos os dias. As pessoas precisam ver que você está online, sempre atualizado com o que acontece no seu nicho. Mas cuidado, não lote os perfis de seus usuários com atualizações de cinco em cinco minutos.

Ao postar todos os dias (ou quase), os seguidores verificarão que a página é ativa. Ninguém gosta de seguir uma página que é atualizada a cada mês ou a cada seis meses. Não deixe sua página morrer, alimente-a com informações relevantes sempre que possível.

10 – Mensure resultados para seus objetivos de negócio

Conversão em mídias sociais é um trabalho contínuo e nada fácil. É necessário mensurar os resultados e repetir o processo para melhorar a eficácia nos resultados em diferentes plataformas, contextos e mudanças ao longo do tempo.  Faça testes. Descubra o que funciona e aplique. Se não funcionar, mude!

Achou complicado? Ainda tem dúvidas? Conte com a ACT  para criar reconhecimento da marca, engajar o público alvo e gerar potenciais clientes. Entre em contato conosco e conheça mais do ACT DIGITAL.

Veja outras dicas que poderão te ajudar: Como envolver seus funcionários nas Mídias Sociais, Aprenda a converter os visitantes do seu site em clientes, e como Alcançar mais de 100% de novos fãs com um anúncio da sua empresa no Facebook.

Aprenda a converter os visitantes do seu site em clientes

Muitas empresas ficam tão preocupadas com o número de visitas que seu site recebe que se esquecem do principal: a conversão de visitantes em clientes.
Por isso hoje vamos falar sobre esse tema!

Você sabia que empresas que capricham no design e conteúdo do seu site, usando ferramentas interessantes para interagir com os visitantes, podem aumentar muito as vendas?

Os dados falam alto:

Tudo bem, mas como fazer?

Esta é uma pergunta frequente que ouvimos dos nossos clientes ao implementar a consultoria de comunicação estratégica do seu site! E a nossa resposta é simples:

É preciso estudar a sua empresa, o seu mercado e os seus competidores, para então recomendarmos o que vai engajar o seu cliente!

Vamos começar com algumas dicas básicas:

1. Insira o seu valor do negócio de forma clara e óbvia

Os clientes devem rapidamente compreender as razões de fazer negócio com você.

Imagem A Homero Costa Advogados   é um escritório de advocacia com grande credibilidade no mercado. Eles optaram por facilmente transmitir esta informação para o seu público alvo, mostrando, no topo do site, que são o primeiro escritório da OAB de Minas Gerais.  Além disso, a missão clara na página principal já informa ao visitante os diferenciais dos serviços jurídicos oferecidos.

2. Use imagens que leve seus visitantes a certos comportamentos

Procure usar imagens no site que irão despertar sentimentos nos visitantes, relacionados com os benefícios que eles vão possuir com o seu produto. Isso também é programação neurolinguistica!

Imagem

A churrascaria Porcão, por exemplo, desperta rapidamente pelo site o desejo no visitante de provar a carne e estar entre amigos! Hum, vai dizer que você não ficou com “água na boca”?

3. Mostre quem já provou e gostou!


Clientes tomam uma decisão de compra por se sentirem seguros e confortáveis com o produto que estão escolhendo. Quanto mais caro o produto, mais seguro o cliente precisa se sentir. Contar histórias de sucesso e mostrar depoimentos de clientes felizes com os seus serviços são uma ótima forma de mostrar confiança.

Imagem

A Audiológika, por exemplo, é uma empresa que presta consultoria em SIPATs e programas de saúde do trabalhador. O site informa sobre novos cases de atuação da empresa, gerando tranquilidade no potencial cliente que deseja adquirir os serviços.

4. Use conteúdos que promovam a ação (“call to action”) sempre!

Acreditem ou não, inserir uma chamada com o texto “INICIE HOJE” ao invés de “VEJA NOSSOS PLANOS” aumenta a conversão dos clientes em 252%.

O objetivo da conversão do site é provocar o interesse e a facilidade para o visitante dar um próximo passo até chegar à aquisição do serviço ou produto.

Imagem  Imagem

A Arte Brasil por exemplo, ao apresentar as formas de patrocínio dos projetos culturais, bem como seu maior patrocinador existente, já possibilita que a pessoa interessada, ao visitar o site, possa facilmente se cadastrar para também apoiar os projetos culturais da empresa.

5. Reconheça as áreas fortes e fracas para o visitante

Imagem

O diagrama de Gutenberg mapeia a gravidade da leitura, ou seja, o hábito do leitor de ler da esquerda para a direita e de cima para baixo. A página pode ser dividida em quatro quadrantes, com uma área de visibilidade primária, uma secundária, uma área fraca para leitura e uma área forte para término da leitura e tomada da decisão.

Imagem

A Portela e Lima Advogados, por exemplo, ao dar as boas vindas aos visitantes e informar melhor sobre a empresa, deseja reforçar a atuação forte em shopping centers e grandes construtoras. Para tal, utilizou o quadrante direito inferior como ponto forte de leitura e tomada de decisão.

Enfim, estas são apenas algumas das abordagens que utilizamos ao criar um site novo para nossos clientes. E tem ainda quem diga que não é necessário planejar estrategicamente para a construção de um site? Se você deseja algo que funcione como uma vitrine para transformar visitantes em clientes, chegou a hora de repensar e fazer bonito!

Além disso, instale uma ferramenta de mensuração dos visitantes e aproveite para entender tudo dos seus comportamentos!

Se você quer mais alguma dica para o seu site ou deseja que te ajudemos na avaliação dos itens indicados, entre em contato conosco e conheça mais do ACT DIGITAL.

Como leitura complementar, indicamos o infográfico sobre como converter clientes. Vale a pena conferir!

Como envolver seus funcionários nas Mídias Sociais?

Costumamos dizer que os colaboradores da empresa são os seus principais embaixadores. Encontrar formas de engajá-los a participar de forma ativa na comunicação com os clientes (especialmente nos meios online, onde tudo se multiplica), podem ajudar a empresa a ganhar uma plateia grande.

De acordo com estudo realizado pelo NBRI – National Business Research Institute, 40 a 80% da satisfação dos clientes e razões destes buscarem a empresa, estão relacionados às atitudes dos colaboradores.

Figura1123

Mas, então, como podemos ter este time potencial atuando a favor da empresa nas redes sociais?

Vamos por partes!

Linkedin – esta plataforma é a melhor rede de profissionais que existe. As pessoas a usam justamente para inserir e conhecer as qualificações profissionais uns dos outros, bem como a rede de networking ligada a cada um.

Peça aos seus colaboradores para:

1. Façam o link com a página da empresa ao inserirem no seu Linkedin que trabalham nela, pois assim garantem que os leitores cliquem para ler mais sobre a empresa,

2. Conectarem o seu Linkedin pessoal ao Twitter da empresa, para que os posts da empresa sejam automaticamente postados na página dos profissionais, o que é uma ótima estratégia para o profissional também se mostrar envolvido e atualizado naquela área de atuação. Nas configurações do Linkedin, clique em Manage your Twitter settings e insira uma conta do Twitter (da empresa) que você gostaria de mostrar automaticamente no seu próprio timeline,

Facebook – o Facebook é a plataforma dos amigos, feita para contar histórias e saber o que as pessoas que gostamos e admiramos estão fazendo de bom!
Então, aproveite a oportunidade e convide os seus funcionários a seguir a empresa e compartilhar as principais notícias!
Neste post sobre como Convidar amigos para o Face , você vai aprender o que fazer para os seus colaboradores chamarem os amigos a conhecer as coisas boas da empresa, seus produtos e clientes. Quem sabe eles já até não se conheciam e não sabiam?

• Blog – sabe-se que 92% das empresas que usam o seu Blog várias vezes ao dia, adquirem um novo cliente por meio deste canal . Este deve tratar de assuntos de curiosidade dos clientes e funcionários em relação à empresa, seus produtos e serviços. Costumamos dizer que se houve uma pergunta frequente do consumidor para o comercial da empresa, esta será o melhor tema de discussão no Blog (uma vez que já temos a quem convidar para a leitura). E ninguém melhor do que os colaboradores para nos dizer sobre o que escrever e a quem direcionar cada post.

Ouvi, outro dia, um cabelereiro de sucesso mencionando como o seu Blog atrai novos clientes para o salão. O negócio se tornou tão atrativo que agora, os novos clientes que vêm do Blog, devem preencher um voucher, e irão receber um desconto diferenciado, justamente para provar a quantidade de pessoas que vêm apenas pelo gosto na leitura dos diferenciais do cabelereiro no Blog. Ao questioná-lo quais são os melhores para o Blog, a resposta é simples: ” o que o cliente me pede presencial, eu respondo online, assim posso atingir milhares de outros consumidores que um dia tiveram a mesma dúvida e irão encontrar em mim um profissional líder na indústria”.

E então, o que você está esperando para disparar este post para os seus colaboradores e colher as melhores ideias para a sua empresa crescer nos canais digitais?

Estamos aqui para ajudá-lo; com o ACT DIGITAL vamos até a sua empresa e potencializamos todos os canais de comunicação online com os seus clientes!